23

Dia desses, em meio a uma conversa corriqueira com minha prima mais velha, eu confessei (assim, como quem desabafa mesmo) que nunca antes na minha loooonga história de vida (sente o drama) havia me sentido tão bem e decidida. Ela assentiu com a cabeça e disse que essa sensação era típica da minha idade. E completou: mulheres-meninas de 23 anos costumam ser assim porque estão no início da independência financeira e com um turbilhão de projetos e experiências que necessitam ser vividas right now.

Parando para pensar, essa teoria dela até faz sentido. Distanciei-me do blog por alguns meses (repararam?) porque uma série de eventos e transformações aconteceram (e continuam acontecendo, ainda bem). Com a formatura e o final de um relacionamento desses que duram anos, eu tive que recomeçar (quem diria?) do começo. Tive que me redescobrir, redefinir metas e sonhos. Mas, veja bem, eu não recomecei do começo exatamente, porque isso é impossível. Aqui estou eu com um montão de experiências bem (e mal) vividas, decepções, frustrações (uma bagagem daquelas!) e… uma louca vontade de fazer tudo o que eu sempre quis – e não fiz porque era “feio” ou não usual para meus pais, minhas avós, meu namorado, para os pais do meu namorado, para as tartarugas que vivem no jardim de inverno e também para os peixinhos beta – que, desconfio, nem têm consciência da minha existência.

A verdade é que depois de 23 anos eu estou aqui linda-e-morena tentando suprir, antes de mais nada, expectativas e necessidades que são apenas minhas. Meninas-mulheres de 23 anos costumam ser mais leves e livres porque se permitem. São viagens, cursos (uma terceira faculdade, por que não?), tatuagens, histórias, amores, risadas e pessoas que surgem o tempo todo de não sei onde. Tanto faz. Com 23 anos você sente a vida acontecendo e se dá conta de que precisa viver tudo agora. Porque certas oportunidades passam e felizmente a gente não fica para semente.

É isso, meninas (e meninos, que eu sei!)… Eu estou de volta!

essenciais para as unhas

Já que quem é vivo sempre aparece, resolvi dar o ar da graça falando sobre um assunto que eu realmente gosto: esmaltes! Na verdade não é um post sobre esmaltes (isso é tarefa para o flickr!), mas sobre os produtinhos que eu uso para ter as mãos bem cuidadas sempre.

1. O Mira-Cuticle, da Avon, custa cerca de R$4,00 e promete reduzir as cutículas. Bom, ele promete e cumpre! É um produtinho maravilhoso e eu costumo usá-lo a cada dois dias. O resultado são cutículas que parecem ter saído recentemente de um salão e, o melhor de tudo, sem alicate. Ele deve ser um velho conhecido de muita gente, já que a minha mãe tinha uma versão dele com a embalagem azul há muito tempo. Na época, ela não via resultados e o produto acabou perdendo o prazo de validade. Provavelmente eles mudaram a fórmula ou minha mãe utilizava de maneira incorreta. Vai saber!

2. O Nail Experts é o esmalte roxinho ali da foto. Também é um produto da Avon e custa cerca de R$4,50. Funciona maravilhosamente como topcoat: dá um super brilho e seca bem rápido (o que, na minha opinião, é o diferencial entre ele e os “roxinhos” de outras marcas). Ponto negativo: pode transformar a cor do esmalte base, que fica com um tom levemente azulado.

3. A base 002, da Mavala, eu comprei por engano quando procurava a Mavala Scientifique, que é um endurecedor de unhas. O que ela promete? Ação dupla: proteger as unhas e dobrar a fixação do esmalte. Bom, ela de fato protegeu minhas unhas, que nunca mais ficaram amareladas, mas não posso dizer o mesmo sobre a fixação, porque eu não senti diferença alguma sobre isso. Pior, você paga caro por esse resultado: o vidrinho custa cerca de R$40,00.

4. A Base Setim, da Colorama, talvez seja o produto mais fácil de ser encontrado nessa listinha. E o mais barato também: custa cerca de R$2,00. Ela promete proteger as unhas. No meu caso, minhas unhas ficaram realmente mais fortes (coisa que a Casco Cavalo Maru e a base da Vefic não conseguiram!).

5. A Cera Nutritiva para unhas e cutículas (R$12,00) e a Manteiga Emoliente (R$16,00) fazem parte da linha Pink da Granado e na minha opinião têm as embalagens mais gracinha desse mercado de produtos bons e baratos. A cerinha previne o ressecamento das cutículas e cumpre muito bem sua função. Já a manteiga é super boa para ser usada nos pés… Ela é realmente muito hidratante, e se for utilizada duas ou três vezes por semana é garantia de pés de princesa. O ponto negativo: você provavelmente ficará com os pés melecados por 10, 15 minutos… Isso porque se trata de uma manteiga, e consequentemente ela é bastante oleosa. E talvez por isso eu prefira usar nas mãos…

6. A polpa cremosa hidratante para as mãos, da linha Ekos da Natura. Ultimamente estou usando a polpa de cupuaçu, mas já experimentei a de cacau e a de açaí, e todas são muito cheirosas. E apesar de conter manteiga de cupuaçu, nesse caso, o produto não deixa aquela sensação de oleosidade permanente que eu citei com a manteiga da Granado. E é realmente bastante hidratante!

E vocês, meninas? Quais produtos não podem faltar na frasqueira de vocês?

dias de chuva

Com vocês, minha galocha rosa com bolinhas brancas! hahaha Essencial para dias em que o mundo cai.

Ela faz muito sucesso no metrô, acreditem. :)

Enfim, ano novo!

Sete sementes de uva na carteira, um pratinho com lentilha, sete ondas puladas e uma listinha de coisas a serem feitas e melhoradas. Como todos os anos, assim começa 2011!

Nas expectativas para esse ano que entra, na vontade de fazer melhor e no aprendizado do ano que já passou estão as mudanças de verdade. Para mim, 2010 foi um ano de muitas conquistas e descobertas (clichê, mas verdade, oras!). É fato que tanta coisa aconteceu durante o ano, que aquela listinha do primeiro dia do ano se tornou obsoleta…

Em 2011, espero saltos ainda maiores e que, de fato, o planejado na minha listinha deste ano se torne realidade! Não medirei esforços para que isso aconteça!

E o look da virada:
(não reparem porque eu sou meio tímida, okay?)

diga oi, sabão! oi, boy!

foto toda torta e desfocada é tendência. Cabelo mucho loco também, lógico.

Os meus acessórios preferidos foram os eleitos para a virada!

E o meu scarpin greyge (super preferido) também foi eleito.

Enfim, feliz ano novo para vocês! Que todas aquelas coisas boas (paz, saúde, amor) venham em pacotões o ano inteirinho. E que não falte a nenhuma de vocês aquela vontade de melhorar que faz o mundo girar! :)

Por aí…

A propaganda é meio antiguinha sim (é de 2008), mas eu não poderia deixar passar em branco o comercial do perfume Miss Dior Chérie.

Afinal, Dior + Brigitte Bardot, cantando Moi Je Joue + Sofia Coppola na direção não poderia resultar em nada que não fosse mágico!

Não tenho vergonha de dizer que a-do-ro essa propaganda!

Por outro lado, a promo da Lanvin para a H&M (beem mais recente,né?) está super divertida! Vale a pena assistir!

spending my time

Este feriado poderá ser resumido em:
muito tempo livre + muito tempo livre para poder fazer o que eu quero fazer.

O que significa uma lista de filmes que eu já vi e quero ver de novo, apesar de já ter visto de novo e de novo. E livros que eu parei na metade, por causa da faculdade. No final das contas, acho que eu preciso de muitos feriados!

Na lista de filmes: Maria Antonieta, Grease, Sonho de Uma Noite de Verão, Adorável Pecadora, Os Homens Preferem as Loiras, Mamma Mia, My Fair Lady.

Já quanto aos livros… O Morro dos Ventos Uivantes, Maria Antonieta – A Última Rainha da França (adoro biografias!), Marilyn e JFK (pura curiosidade! haha), Antigos e Soltos (poesia, poesia e poesia estilo Clarice) e A Casa das Sete Mulheres (porque acho a série a coisa mais linda).

about your style: Alicia Vega

Super coloridas e cheias de efeitos, as fotos – e o estilo – de Alicia Vega têm basicamente tudo a ver com música! É que a espanhola de 20 anos, além de ser estudante de Desenho de Moda em Sevilha, também é dançarina e backing vocal do Jorge Luteca, um cantor daqueles BEM latinos. Moda, música e fotografia, tudo assim, juntinho. Alicia tem um flickr de babar e um estilo todo peculiar…

Na entrevista, ela explica um pouco a relação que possui com a moda e suas outras paixões. Ela também falou sobre a carreira que pretende seguir…

Continue lendo