idiossincrasia (flutuante)

Animais que moram em pequenos pedaços de tronco que, por sua vez, vagam por um céu de não-se-sabe-onde.

Já pensou?

A proposta do fotógrafo espanhol Rafa Zubiria é interessante – e o resultado, incrível. A partir de diversas fotografias tiradas de sua câmera digital (e um posterior trabalho muito bem feito no Photoshop), ele cria los zooos (os pequenos ecossistemas, como ele mesmo diz) que flutuam em um céu azul turquesa e com um quê vintage.

Quer viajar um pouquinho mais? No flickr do fotógrafo, além das imagens da série Zooo, você encontra o projeto No way home. Mas dessa vez quem flutua são casas e edifícios…

Taí minha inspiração do dia. Encantador!

bangs bangs!

brigitte bardot

Revolução capilar pode ser a chave para outras revoluções pessoais. A gente tem que começar de algum jeito, certo? Certo. E então você começa do jeito mais fácil – é só pegar uma tesoura, afinal. Daí que esse post é sobre a minha revolução capilar preferida: franjas! Quando você fica entediada só de olhar seu rosto no espelho, essa é a hora.

Tá que eu tenho franjas desde que me entendo por gente, mas ainda assim acho uma revolução digna. E eu não pintaria meu cabelo, nem cortaria joãozinho. Então, amigas, é o que resta.

Um pouco de inspiração, porque inspiração nunca é demais.

O problema é quando você, apesar de se inspirar em Cat Power e Jane Birkin, se sente uma versão remasterizada do Chitãozinho (irmão, parceiro, colega do Xororó) diretamente dos anos 90. Tô me sentindo assim hoje. Só um desabafo.

a trilha sonora da semana

sara bareilles

Eis o novo clipe da super querida Sara Bareilles. Um moicano, uma jaqueta legal e uma dança louca em um mercadinho mexicano! Acrescente ainda uma música que não sai da sua cabeça. Você tem:

Seria realmente ótimo possuir a licença poética para sair dançando e empurrando pessoas em um mercadinho por aí.

Mas então você descobre: a bebida e um amor mal resolvido explicam. Sempre eles.

E a gente segue com a versão da Sarinha de “Fuck You”, de Cee Lo Green, que ficou a-do-rá-vel!

febre lomo

Se você é apaixonada por fotos com um quê vintage ou por fotografia analógica (como eu, nos dois casos! hahaha) vai adorar toda essa coisa de lomografia…

É, lomografia mesmo. Esse nome estranho define uma linguagem fotográfica que surgiu nos anos 90, quando dois estudantes austríacos começaram a utilizar uma câmera produzida na antiga URSS, a Lomo Kompakt Automat, para produzir fotos com cores realmente vibrates e super saturadas (aquele mesmo efeito que muita gente tenta reproduzir – e reproduz de fato muito bem – no photoshop)!

A moda então se espalhou pela Europa…

A graça nisso tudo é que além de as câmeras serem realmente lin-das (e aí vem um ponto fraco: são de plástico, parecem “de brinquedo”, mas por isso mesmo são relativamente baratas!), as imagens que a gente produz vem sempre com aquele efeito surpresa característico das máquinas analógicas. Também é comum uma foto sobrepor outra, ou as luzes proporcionarem um efeito, digamos assim, meio alucinante, cheio de borrões. Para quem não está procurando qualidade, mas diversão na hora de fotografar, acho que as câmeras lomo fazem bonito sim.

Atualmente, há diversos tipos de filmes e câmeras para quem quer entrar nesse mundo da lomografia. Entre as opções, há câmeras com lente fisheye, capazes de deixar a foto como se estivéssemos olhando pelo olho mágico de uma porta. Conto mais depois de comprar a minha Diana F+ Mr. Pink… É, declaradamente, o meu desejo do mês. hahaha

Planejo montar um mural só com fotos dela! Já imaginou que coisa mais linda (e kitsch)? Com certeza quando tiver algumas fotografias reveladas postarei por aqui… Aguardem!

Para quem se interessou, recomendo o site lomography, com informações vindas de muitos usuários sobre as câmeras, filmes, efeitos e processos… Vale a visita.

Para o ano que vem

Muito branco + off-white. Assim está o editorial que Denisa Dvorakova fez para a edição de janeiro da Marie Claire italiana!

Renda, open boots, hot pants… Usaria tudo nessa virada de ano, sem medo de ser feliz! Claro que com algumas adaptações, né? hahaha

decor to inspire

Ano novo, vida nova! Então nada melhor do que começar 2011 com muita cor e pequenas – e significativas – mudanças em alguns ambientes de casa. Para isso, selecionei dois blogs e um tumblr que já estão no meu reader há algum tempo… e são repletos de ótimas inspirações! No meu caso, a mudança se restringe a apenas um cômodo da casa (o meu quarto, lógico! hahaha), mas já é um bom começo, digamos assim.

A Yahnay é a dona do blog Coco Pearl. Nele, inspirações vindas da moda, design de interiores, viagens e (por que não?) comida!

O Chutzpah Rummage é um tumblr super colorido – e eu adoro esse abuso das cores. Os ambientes retratados tem mais cara de lar, sabe? Aquele toque pessoal e cheio de história que as casas só adquirem com o tempo. São pôsteres, retratos e livros que dão personalidade aos ambientes.

O blog Made by Girl é um dos que eu acompanho há mais tempo! Jen, a autora, geralmente posta ideias retiradas de revistas e sites por aí. O blog também tem um “pézinho” na moda.

verão retrô

Inspirações para o verão não faltam por aí… mas achei que vale a pena dar uma conferida nesse ensaio retrô feito pela Interview, em junho deste ano! Acho que sai dessa coisa glam-mais-do-mesmo – que combina muito com piscina, mas está longe de ser usável na praia, né?

Menos dourado, menos acessórios, menos make!

A modelo Monika Jagaciak veste biquínis Louis Vuitton, Marc Jacobs e Balenciaga, e foi fotografada por Craig McDean.