O jeito lindo de Morrison ver o mundo

Mallory Morrison - Phoenix Reborn - Underwater Photography

Que algumas pessoas tem um jeito mais interessante de ver o mundo, já sabemos. Ou não: talvez elas só saibam se expressar melhor que a gente comum. Isso nunca descobriremos.

Mallory Morrison e um novo ponto de vista

Mallory Morrison é uma dessas pessoas que sabe pinçar o que a Terra tem de bela. E, à sua maneira, também capta aqueles sentimentos escondidinhos na nossa psique. Eu não sei se Mallory Morrison é homem ou mulher e preferi não saber.

Mallory Morrison - Underwater photography
Dança que vem dos sons é música

Vamos descobrir o mundo pelos olhos de M.M., porque isso é instigante? Vamos.

Mallory Morrison - Underwater photography
Se eu fosse M.M., chamaria essa foto de Solitudine

Para mim, a sensação é saudade do que eu nem sei. Nostalgia. Às vezes, um pouco de angústia também.

Mallory Morrison - Underwater photography
Será que a casa da beleza é a sutileza?

O que eu sei sobre essa pessoa é que ela é/era fotógrafa de dança. Até que percebeu que a dança tinha uma poesia única debaixo da água e começou a registrar esses momentos. Bem, essa pessoa estava certa. Obrigada, M.M. por deixar o nosso dia mais bonito com o seu jeito de ver o mundo.

Mallory Morrison - Underwater photography
Mallory Morrison: poesia em tons pastel

Lição que fica: a vida fica mais bonita quando a gente mergulha.

P.S.: Minha ignorância não durou muito e descobri quase sem querer que Mallory Morrison é uma mulher. Mais do trabalho dela você encontra aqui.

Dia em fotos: é inverno em Munique!

Casa rosa aos arredores do castelo de Nymphenburg, em Munique, na Alemanha

Ah, boas notícias diretamente do hemisfério norte: nesse final de semana a neve abriu oficialmente o inverno aqui na Alemanha!

Eu, que só havia visto neve no alto de montanhas ou – bem timidamente – no final da estação, fiquei muito feliz quando acordei, olhei pela janela e lá estava… tudo branquinho, branquinho. Aliás, quase todas as coisas ficam mais bonitas com uma porção de neve em cima – tipo chantilly no topo do café, né?

Palácio Nymphenburg Munique Alemanha

O problema é que, em dias assim, a única vontade é ficar lendo um livro e tomando chocolate quente o dia todo!

Para combater a malemolência, decidimos fazer um passeio pelo palácio de Nymphenburg (nymphenburg = castelo da ninfa). Construído em 1664, o lugar é um dos pontos turísticos mais famosos de Munique (de fácil acesso, fica dentro da cidade então preguiça de inverno não é desculpa) e foi residência de verão dos reis da Baviera.

O palácio também é conhecido pelo parque ao redor que é enorme e parece ser bem bonito – digo, parece já que, por causa da neve, não deu muito bem para conhecer. Ah, não é preciso pagar nada para circular no parque!

Prova de que o passeio é super romântico: vimos um casal vestidos de noivos sendo fotografados por ali e um homem, de joelhos, pedindo a namorada em casamento.

Aproveitando que o dia estava tão gostoso, levei a câmera para passear também! :)

cafeteria retrô

chocolate quente com creme no topo em munique

casa rosa munique2

mariana em munique

casa rosa munique

 

days of deutsch e a poesia de todo dia

der strand_days os deutsch

Saí navegando por aí à procura de maneiras menos óbvias de aprender alemão… Tchans! Encontrei o Days of Deutsch, um desses projetos pessoais bacanas de gente mega inspirada.

Polly, a criativa, é uma britânica que está morando em Berlin – e que assim como eu acha a maioria dos livros de línguas entediantes demais. Nasceu então o Days of Deutsch, com palavras do cotidiano alemão. Quer dizer, é bem verdade que algumas não são tão funcionais assim…


Violett: roxo

Prazer, Violett, uma das palavras não muito funcionais. Eu acho.


die Wollmütze: gorro de lã

Desabafo sobre como é sofrido passar frio no inverno? Tem também. Essa coisa de achar que três casacos e uma bota podem fazer milagres é bem comum, por sinal. Anote aí: um Wollmütze é essencial se você for visitar a capital alemã nessa época do ano.


die Welt: mundo

O projeto é basicamente um diário com fotografias de alguém que está aprendendo uma nova língua. Ah, nada como pensar fora da caixinha!

apanhador de sonhos

pullbear7

Listinha de coisas para fazer em mãos, alguns planos e tantos outros sonhos. Muita energia positiva. E também muita (muita!) coragem — porque às vezes o que falta na vida é só um pouquinho de coragem para dar o primeiro passo.

Assim a gente te recebe, 2012: de braços abertos.

Txema Yeste fotografa para a campanha de primavera da Pull & Bear.

Ah, tudo isso porque eu adoro editoriais. É gente, eu aadoooroo.